sábado, 6 de junho de 2009

Brian Head Welch- O guitarrista do Korn se converteu!

Ele era um roqueiro drogadásso que se converteu recentemente. E me parece que ele está firme. Meu desejo é que ele se aproxime cada dia mais da verdade: D-us. Levando em consideração que a religião que ele menciona aqui não é Jesus, e sim tudo o que Jesus não é. Seria o que o homem determinou ser religião. É agressivo, não se assustem. Mas é verdade. E muito bom!!!

Die Religion Die (Tradução)
Brian Head
Composição: Brian Head Welch
"Morra, Religião, Morra!"

"Estou doente de todas suas regras. Elas são tão humano-fabricadas... Vocês tratam eles como bobos, Vocês colocaram meu nome na vergonha. Eu sou tudo que vocês não são. Eu dei a eles amor. Meus Caminhos vocês esqueceram! Vocês colocaram vocês mesmos acima. Eu testificarei. É tempo de ver a Religião Morrer! A verdade não pode mentir. É tempo de ver a Religião Morrer! Quem importa sobre quem está certo? É tempo de ver a Religião Morrer! Eu esmagarei a luta. É tempo de ver a Religião Morrer! Crianças, venham ali fora Comigo. Eu quero vocês todas pra serem Minhas. Eu estou tomando de volta o que é meu. E Vocês tem matado tempo demais, Apontando todos os seus dedos Pra todas suas crianças. Essa é a razão delas estarem perdidas. Tente olhar profundamente nos olhos deles. Vocês veram logo o que está morto. Culpe a si mesmo, Porque ninguém pagará o seu preço. Morra, apenasMorra, Religião, Morra... Apenas Morra. Morra, apenas Morra, Religião, Morra... Apenas Morra. MORRA! MORRA! MORRA!MORRA! MORRA! MORRA! MORRA! MORRA! MORRA! MORRA, RELIGIÃO, MORRA!MORRA! MORRA! MORRA! "

ps: Levando em consideração que a religião que ele menciona aqui não é Jesus, e sim tudo o que Jesus não é. Seria o que o homem determinou ser religião. É agressivo, não se assustem. Mas é verdade. E muito bom!!!

4 comentários:

Filipe disse...

Algo novo vem chegando, Deus começa a abrir os olhos de quem esta precisando ver e esta farto da mentira da "Religiosidade" de hoje ele usa quem ele quer. Impactante..Precioso

Ombros Ungidos disse...

eu odeio céticos e religiosos.
Odeio com todas as minhas forças...
Aonde o espírito de Deus está, há liberdade... sou livre de regras humanas, tradições e ritos.
Amem.

marciovozes disse...

Glórias a Deus! Não são regras nem costumes humanos que vão te aproximar de Deus. É crer no Nome que é sobre todo nome. É crer na Verdade que liberta, e viver na responsabilidade que vem junto com ela. Ser religioso é uma coisa. Ser filho é bem diferente. O servo faz o que o senhor manda. O filho faz o que aprendeu com o pai. Tem coisas que um servo nunca vai entender. Tudo o que o pai sabe ele ensina ao filho. E Jesus é o caminho ao Pai.

César disse...

Excelente! uma prova que Deus alcança qualquer pessoa, independente de qualquer coisa, quando esta lhe abre o coração.
Gostei do blog! sou seguidor.