quinta-feira, 24 de julho de 2008

O Tempo... (oito mais dois minutos do seu tempo)


O tempo não pára.
O mundo continua girando, pessoas nascem, outras morrem... e então eu tenho a consciência de "ser".
Me lembro da minha infância como se fosse ontem, dos meus avós me repreendendo, da sensação boa de quando meus pais voltavam de viagem cheios de presentes pra nós tentando compensar a ausência de tantos meses seguidos... lá em casa, somos em quatro, então, eram muitos presentes! Me lembro das tardes longas na casa da minha avó, de vê-la acordando quando ainda estava escuro pra nos preparar pra escola, passando nossa roupa, dando-nos de comer, nos levando para o ponto do ônibus escolar no meio daquela neblina, e quanto gosto em cuidar de nós... mas também me lembro da falta que meus pais faziam, do quanto eu admirava minha mãe, achando ela sempre mais linda do que todas as mães do mundo, e como eu adorava quando eles iam me levar na escola, o que era raro! Todos se admiravam, porque era realmente um casal jovem e bonito.Um casal cheio de vida e muito elegante... e cheirosos,rs.
E no meio dessas lembranças, sinto o peso do tempo. O tempo que não pára. Que me faz ver o hoje com uma sensação de simplesmente lembranças. E nesses meus vinte e poucos anos, vejo no olhar e nas atitudes das pessoas a falta de noção da vida. Poucas pessoas sabem viver.
Quando eu olho pro meu avô, que já tem quase noventa anos, ainda lúcido, mas com pouca visão (eis aí de onde herdei minha cegueira), só que com muitas lembranças, sinto em mim como o tempo passa rápido... meu avô que me criou,uma das primeiras pessoas que vi na vida, e que me amou sem querer nada em troca, daqui a pouco (daqui a pelo menos uns cinquenta anos, espero...) não estará mais aqui. Simplesmente não o verei mais... e eu serei como ele daqui um pouco de tempo, afinal... o que são noventa anos? Eu só serei lembranças que irão embora comigo. E na verdade,os ultimos anos são só canseira e fadiga. Mas "os olhos não se fartam de ver, nem os ouvidos se fartam de ouvir". Então vejo o caos que virou esse "formidável mundo cão". No que as pessoas estão gastando o breve tempo que tem aqui na terra? O que "viver intensamente" significa pra elas? Será que elas sabem o que a vida significa? O que o tempo significa? Talvez nem eu saiba, ao certo.
As vezes me sinto tão estranha aqui no mundo... ouço as palavras e acho estranho o som das sílabas misturado com a voz das pessoas, observo o movimento das pessoas, os códigos humanos, o som das coisas e imagino D-us criando o homem. Acho tão engraçado o corpo do ser humano. Suas funções, as expressões, os sentimentos... e o comportamento? Mas eu sei porque, e sei que muitas pessoas também se sentem assim. Porque eu não pertenço a este lugar. Meu espírito está nesse corpo velho e doente, limitado... mas daqui a um breve tempo, voltarei a D-us, pro lugar de onde vim, a qual pertenço. Mas se eu estou aqui, que seja por uma boa causa, porque só é bom estar aqui na Terra porque o "viver é Cristo, mas o morrer é lucro", pois se não fosse assim, dificilmente suportaria viver um dia após o outro esperando simplesmente a morte chegar, porque "de que vale todo o trabalho do homem debaixo do sol?" Tudo é vento. Tudo aqui é nada. É sofrimento e dor, angustia e "aflição de espírito", mas com Cristo, há esperança.
...
Porque eu guardaria mágoa de alguém que eu amo? Eu tenho tão pouco tempo perto deles, que não vale a pena. São seres humanos como eu. Falhos e limitados. E essas pessoas vão embora com o tempo, e eu preciso aceitar esse tempo, então que eu as ame de verdade. Um dia, meus avós não estarão mais aqui, nem meus pais, e nem tantos outros amigos que conquistei nessa vida... fora a violência, as doenças, e tantas outras desgraças do mundo que levam nossos entes queridos quando menos esperamos! Estamos sujeitos a isso vivendo aqui nesse mundo,então pra que gritar com as pessoas ou se estressar com o que falam de mim? Tudo passa. Depois, ninguém lembra mais...
Porque eu culparia meus pais pelas atitudes erradas que eles tiveram para comigo sendo que eles só estavam tentando acertar? Um dia, se D-us assim quiser, eu também terei filhos, e tudo isso vai se repetir. Sei que vou errar com eles tentando acertar. E mesmo que meus pais não estivessem tentando acertar... eles também estão vivendo e aprendendo.
Porque eu buscaria juntar riquezas na Terra? Trabalhar em prol de uma coisa que vai se acabando com o tempo e que talvez eu nem tenha tempo de desfrutar, já que trabalho tanto pra consegui-lo?
Porque teria inveja de alguém? Ao invés disso, que eu busque a sabedoria. "O que acontece ao tolo, ao sábio acontecerá." Mas D-us busca a quem procura.
Porque eu buscaria a felicidade em alguém? Isso é muito injusto. Tanto pra mim quanto pra outra pessoa. Eu também sou incapaz de satisfazer as necessidades profundas de um ser humano, e sendo assim, não posso cobrar isso de ninguém. Amor perfeito, só D-us proporciona. E a felicidade não está nos outros, ou em outro, mas em si mesmo. Porque D-us está em nós e deu um propósito pra cada um em particular. E ser feliz é cumprir esse propósito. Enfim...
Nós não nascemos pra disperdiçar esse tempo precioso guardando mágoas, não valorizando nossas famílias, não nascemos pra trabalhar em algo finito,nem pra ficar sentados assistindo tv (o que é uma grande armadilha pra gente não ver o tempo passar) não, não... nós nascemos pela eternidade. E eu vou lutar por ela. Tudo ficou pra trás, assim como hoje, esse ano, essa década ficará. Mas o amor de D-us permanece, e eu quero falar desse amor que venceu a morte e que nos deu esperança em meio a tanta desilusão. Não quero fama com meu trabalho,não vou seguir nenhuma tendência de mercado, isso é NADA. Eu sou vento. Reconhecimento todos querem,mas isso também é NADA. Eu só quero cantar do amor de D-us às pessoas mais esquecidas da Terra. D-us quer alcança-las, mas a igreja fechou suas portas pra essas pessoas e agora todos se alimentam de religiosidade querendo provar que são mais santos e se alimentam de modismo pra sustentar suas vidas sociais achando que estão fazendo muito indo pra igreja querendo dizer que seguem os mandamentos de D-us, mas o mais simples não conseguem fazer: amar a D-us sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo. Eu sei que não é tão simples assim, mas se orássemos pra D-us abrir nossos olhos e nossos ouvidos, teríamos discernimento o suficiente pra buscar a viver esse amor, porque nem isso se faz. A igreja virou um encontro familiar. A maioria só está na igreja porque é "filho de crente", vive numa vida sem noção da realidade, e se fecha naquele mundinho, achando que fazer uma boa ação de vez em quando tá de bom tamanho. Como isso é triste. E o medo de não serem salvos? Muitos estão na igreja por isso, e eis a razão pela qual não estão dispostos a sofrer por Cristo. Será que a gente ainda não percebeu que o problema das igrejas somos nós mesmos, os membros? Chega de colocar culpa na liderança. A missão também é nossa e a palavra de D-us está aí pra quem quiser ler. D-us busca a quem procura. Eu não posso ver o tempo passar, tempo que não volta, e não fazer nada. Eu quero gastar minha vida na obra de D-us, e isso não significa ir pra igreja, ou ser moralmente correta, dentre outras coisas. Se eu amo a D-us sobre todas as coisas, eu vou busca-lo de todo o meu coração e me santificar. E se eu amo o meu proximo como a mim mesmo, vou querer que ele desfrute da eternidade comigo. Não tem como ser diferente.
O tempo está passando e o que está acontecendo? Pessoas que só se importam com o próprio nariz, sendo que isso também é NADA. Depois que o tempo passar, você só será lembranças que vão morrer com você. Não é melhor sofrer por algo que é eterno? Tudo passa, mas a palavra de D-us permanece.
O meu desejo é que a minha geração acorde logo pra vida real, porque todos estão perdidos em seu próprio egoísmo e buscando seus próprios interesses, o que é NADA. Tudo passa, inclusive você, eu, seu cachorro... daqui a pouco, ninguém se lembrará de você, por mais famoso que você seja. Cem anos passa depressa... então as colunas sociais já não falarão mais de você...
Mas há em meu coração a esperança de ver Cristo voltando pra me buscar. Essa é a minha oração. Que Ele volte logo, porque eu o estou esperando. Mas enquando isso, estou aqui por essa eternidade. E pra levar essa eternidade ao conhecimento de todos.
Os esquecidos querem ser lembrados. E cabe a você levar esperança a eles.
O tempo não pára.
... tenha a consciência de "ser". Antes que seja tarde demais...

9 comentários:

Preta disse...

Eu lí inteirinho e chorei durante vários parágrafos.Beijos

Deô disse...

O Q Vc Queer? fAzer-nos Chorar?
Dani Vc simplesmente escreveu ai algo muuito emocionante...E Nossa eu simplismente fiquei de boca aberta...E vendo que realmente é tudo isso meesmo Q Vc escreveu....
Vc escreveu ai coisas que muitas vezes eu sinto....e Vc conseguiu expressar direitinho tudo isso...
Nossa....To sem palavras...Sem palavras mesmo.....Dani Vc é uma Benção e instrumento de Deus Meeesmo!
Bjo minha querida....continue assim...SEMPRE nos Abençoando

Giovanna Borgh disse...

ás vezes tenho medo de morrer, da dor e da surpresa que terei, porque ninguém espera a morte com alegria. O misterioso nos alcança e por mais que cremos ser a hora perfeita de encontrar a Deus e viver eternamente, o momento de transição é desconhecido e gera medo do sofrimento do corpo.
Porém, em algumas orações, sinto-me tão preparada para partir e viver em um lugar verdadeiramente cheio de amor. Fico triste com a situação do ser humano e isto me inclui também. Tenho vergonha de mim e espero ansiosa o dia em que minhas falhas e retruques não existirão mais.
Nas minhas dúvidas e receios, fico com a palavra do meu pastor que auqi neste mundo, nunca seremos satisfeitos e o que temos de bom é amar. Amar e assim a vida passará. Sempre insatisfeitos e infelizes neste corpo. De passagem. Amar, compartilhar, família, amigos e o próximo.
É tudo que temos.

erion disse...

oi daniela,
primeiramente queria me apresentar,meu nome é luiz gabriel,atualmente moro em teresópolis-rj.A primeira vez que ví voces nao foi quando vcs eram crianças,mas sim quando vcs foram no rr soares.Fiquei encantado com as 2 musicas q vcs entoaram-acho q foi em 2003-,tava a brenda com vcs 4.O seu blog é muito lindo,o design,tudo.Suas citações sao mt gratificantes,me emocionaram-e olha q é dificil fazer acontecer-vc colocou sua sensibilidade,principalmente no texto sobre seus avós.Lembra sempre q Jesus nunca vai te abandonar,as pessoas sao falhas,mas Ele sempre esta do seu lado.Existem milhoes de pessoas q vc nem conhece q t querem mt bem.Eu sou uma delas.Não vou me aprofundar mais pq vc já deve estar achando chato,mas se quiser continuar essa conversa porque não?Tenho saudade de mts coisas tb na minha vida.Te admiro mt como mulher de Deus q vc é,como musicista,enfim.Conte sempre comigo.
Que o amor e a felicidade reinem na sua vida.
MSN
luizgabrieltinoco@hotmail.com

naine disse...

Senti mtas saudades ao ler seu post. Saudade de tdo q foi bom, que durou.
A infância, os namoros, as insandices, saudades dos meus pais que um dia não estarão mais aqui.
Saudades d vc, uma amiga presente e distante do meu mundo real. Mas perto, muito perto do ilógico. É, a gte não tem lógica. E pronto.

Elaine

Larissa disse...

Dany O que vc escreveu foi uma benção que o Senhor Jesus possa te abençoar muito e te dar cada vez mais sabedoria...Deus abençoe :)

Rafael Andrade disse...

Parabens,vc é uma das poucas pessoas que conseguem ver o mundo dessa maneira,tbm penso igual a vc,,, abraços e to esperando seu cd heimmm.... quando sai???

Bruno disse...

Meu Deus! To impressionado! As sua palavras me fazem ver o mundo de forma, de maneira diferente. É estranho e engraçado... Mas, é assim...

Sinto-me confortado!

Obrigado.

Nicole Cordeiro Gomes disse...

esse me fez chorar, a maneira como você fala dos seus avós é comovente, me leva de volta ao passado, aos meus também. lindo.